Componentes da WebQuest

 

Há cinco componentes na elaboração de uma WebQuest: uma introdução que deve ser apelativa, seguindo-se a explicitação das tarefas a desenvolver, no processo são indicadas as fases ou etapas a seguir para realizar a tarefa e os recursos ou fontes a consultar ou a analisar, na avaliação é mencionada a forma como os alunos vão ser avaliados e na conclusão são mencionadas as vantagens da realização do trabalho e o aluno deve ser desafiado para nova pesquisa.

De seguida, as componentes  vão ser caracterizadas com base na informação apresentada nos "Building blocks of a Webquest" e na "Taskonomy" de B. Dodge.

 

Introdução

A introdução deve ser motivadora e desafiante para os alunos, levando-os a empenharem-se na WebQuest.

 

A motivação deve ser temática e cognitiva. A motivação temática desperta o aluno para o assunto a abordar, enquanto que a motivação cognitiva atenta nos conhecimentos prévios do sujeito e sugere aspectos que vão ser focados.

 

Tarefa (s)

Explicita-se a tarefa ou tarefas a realizar. 

Pode ser responder a uma pergunta, comparar opiniões, realizar gráficos com os dados recolhidos, etc. No texto de  Dodge sobre as tarefas (taskonomy) sugere 12 tipos de tarefas:

  redigir o que se leu (contar)

 compilação de dados

  mistério (papel de detective)

  jornalismo (papel de reporter)

  criar um produto ou planear uma acção

  produtos criativos (criar uma história, poema, canção, um poster, uma pintura)

  criar consenso

  persuasão (ponto de vista a apresentar, por exemplo, na câmara; escrever uma carta, um editorial; fazer um poster; criar um vídeo publicitário)

  conhece-te! (reflexão sobre quem se é; objectivos a longo prazo; questões éticas e morais; como melhorar determinadas facetas; apreciar arte, etc)

  tarefas analíticas (olhar atentamente para um ou vários aspectos e identificar semelhanças e diferenças)

  Julgar/avaliar (o aluno dispõe de vários itens e tem que os ordenar ou classificar ou, ainda, escolher entre algumas opções)

  tarefas científicas (definir hipóteses, testar hipóteses; descrever os resultados e interpretá-los)

É preciso ter em atenção o nível cognitivo da tarefa: a sua exigência (dificuldade).

Bellofatto et al. (2001b), no texto “Creating A Rubric for a Given Task”, sugerem critérios para medir determinada tarefa que estão representados no quadro 1.

Se a tarefa tiver os seguintes elementos...

Então considere as seguintes dimensões:

Apresentação oral  

 Colocação da voz; 

 linguagem corporal; 

 gramática e pronúncia;    organização  

Apresentação em PowerPoint ...  

 Qualidade técnica;      estética; 

 gramática e correcção  ortográfica  

Produtos escritos

Gramática e correcção ortográfica; organização; formatação

Produtos criativos

Surpresa; 

novidade; 

qualidade técnica; 

adesão às convenções do tipo de trabalho

Colaboração

Cooperação; 

ter responsabilidade; resolver o conflito

“Design”

Solução efectiva; 

solução criativa; Justificação da solução

Persuasão

Qualidade do argumento; capacidade de atrair a audiência; 

organização e sequência

Análise (científica ou outra)

Recolha de dados e análise; 

inferências feitas

Julgamento

Adequação dos elementos considerados; 

articulação dos critérios

Compilação

Critérios de selecção; organização

Jornalismo

Exactidão; 

organização; 

integralidade

Quadro 1 – Dimensões para avaliar a tarefa segundo Bellofatto et al. (2001b)

Processo

Indicam-se as fases ou etapas a seguir e os recursos a consultar. Devem ser dadas orientações pormenorizadas (passo a passo) de como os alunos  realizam a tarefa.

No processo deve-se atentar na clareza do mesmo (as etapas estão claramente descritas), na estrutura (o processo apresenta estratégias e ferramentas para aceder e adquirir conhecimento para realizar as tarefas) e na sua riqueza (diversidade de papeis para o aluno compreender diferentes perspectivas e partilhar responsabilidade na execução das tarefas). 

Segue-se um quadro proposto por Bernie Dodge, em 1999, constituído por doze itens que tanto pode ser utilizado pelo autor da WebQuest para avaliar o processo como por um colega. O objectivo é melhorar as etapas do processo até se poder indicar "sim" em todos os itens.

item Não ? Sim Dimensão
1      

Os papeis dos elementos do grupo estão bem definidos. Está especificado o que cada um faz e quando.

2      

Os papeis são adequados à execução da tarefa.

3      

A logística é clara (e.g., está especificado como os grupos serão formados)

4      

Vários recursos ou fontes são identificados para que os alunos possam obter a informação necessária.

5      

É proporcionada orientação para actividades em que os membros do grupo interagem ou analisam dados (ou uma fotografia, entrevistam um especialista, etc).

6      

Há orientação específica em como realizar/desempenhar a tarefa (por exemplo, sugerem-se estruturas, exemplos ou modelos)

7      

O Processo coincide com a descrição da Tarefa.

8      

Utilize o pronome pessoal em vez da expressão "os alunos"

9      

Adeque o vocabulário ao nível etário dos alunos.

10      

Marcas e listas numeradas substituem longos parágrafos.

11      

As hiperligações (recursos ou fontes)são disponibilizadas à medida que vão sendo necessárias

12      

Quando houver muita informação para determinado papel é melhor colocá-la numa página separada.

 

Os recursos ou fontes a consultar devem estar disponíveis na Web. Mais recentemente, e em casos particulares, também podem ser dadas referências não disponíveis online, sempre que a temática o justifique.

É preciso atentar na quantidade e na qualidade dos recursos.

Cremos que um dos elementos que realmente motiva os alunos é o facto da informação estar disponível na Web!

 

Avaliação

Deve indicar como o desempenho dos alunos será avaliado. Referir se a avaliação é para o grupo ou se também é individual.

Convém incluir os indicadores qualitativos e quantitativos de avaliação.

 

Conclusão

É disponibilizado um resumo da experiência proporcionada pela WebQuest, salientando as vantagens de realizar este trabalho. 

Deve-se também despertar curiosidade para pesquisas futuras. Pode-se colocar uma pergunta, um problema para resolver, um site para explorar, entre outros.

© Ana Amélia Amorim Carvalho

aac@ie.uminho.pt

http://webs.ie.uminho.pt/aac/webquest